domingo, 11 de maio de 2014

Entrevista exclusiva com o ator, escritor e apresentador Eloy Nunes. Confira:
























Originário de Belém do Pará, escritor, ator, apresentador e cantor, ou seja, um artista multi facetado, Eloy Nunes sempre esteve em evidência pelos exímios trabalhos já realizados em rádios, jornais, teatro e TV. Ele que já fez de tudo um pouco, inclusive trabalhos como modelo, repórter e redator abriu um pouquinho de sua intimidade através de uma entrevista exclusiva. Falou sobre trabalho, planos para o futuro e muito mais. Confira abaixo o Tetê-à-tête com esse artista brilhante:

Você começou apresentando programas em rádios e emissoras de TV, em Belém. Quando e como você entrou no meio artístico?

Ao ser aprovado num teste para locutor e operador de uma rádio rock-pop, em 1990. Trabalhei em sete rádios, ao todo. E, ainda em Belém, fui apresentador do principal telejornal da afiliada da Rede Globo.

Quem lhe inspirou a fazer TV?

Flávio Cavalcanti, Silvio Santos, Sergio Chapelin, Hebe Camargo, entre outros. No entanto, nunca imitei ninguém e acabei criando meu jeito de apresentar.

Como sabemos, você atou em algumas novelas, como “Pícara Sonhadora” e “Revelação”. Quando decidiu investir na carreira de ator? 

Fui ator amador nos Anos 80, e nas pausas da TV estudei, tirei registro profissional e atuei no teatro e publicidade. Passei pelo Centro de Pesquisa Teatral (CPT) de Antunes Filho, Teatro Oficina do Zé Celso Martinez, fiz monólogos, musicais, e etc. O SBT me chamou para essas participações e também para o último episódio do “Oh, Coitado”!

“O teatro é o celeiro de grandes artistas!”

Sente falta de atuar em novelas e séries? 

Sinto, mas o teatro é celeiro de grandes artistas, onde a tevê caça talentos. Quem sabe logo mais surja algo na teledramaturgia.

Você também teve uma passagem pelo “Olha Você”, extinto programa do SBT. Como foi fazer parte do programa? Ainda tem contato com Izabella Camargo, Roberta Peporine e Ellen Jabour? 

As três são excelentes profissionais, mas, apesar de nos vermos pouco pelas nossas rotinas corridas, existe carinho entre nós. Amei ter feito o “Olha Você”, e nada é por acaso.

Entre tantos trabalhos no teatro, rádio e TV, tem alguma preferência?

Sou artista e gosto de me expressar em várias linguagens, não importa o veículo. Agora, por exemplo, além de shows, onde canto e atuo, estou finalizando dois livros: um de frases poéticas e outro sobre jornalismo e apresentação de TV, da série “For Dummies”, sucesso editorial nos Estados Unidos e Europa, que vou lançar pela editora Altabooks.

* Experiências!

TV BandNews:

Em 2004, eu apresentava o horário nobre deles, entre 21h-01h, de um jeito expressivo, emotivo e dinâmico. Aprendi mais.

Aqui Agora:

Fui repórter no auge do programa. A situação mais marcante foi quando tropecei numas maletas no meio da confusão do Terminal Tietê, no carnaval de 1995. Agi de prontidão e silenciei as vaias que surgiam: “Olha o que a gente passa para mostrar a realidade para vocês”.

Revista Contigo!

Conheci os bastidores da fama, e, como jornalista que sou, editei textos e matérias. Já trabalhei em outras publicações, mas ali foi memorável.

Mix TV:

Apresentava anúncios nesse canal de varejo, que depois virou “Mega TV”, e ali tínhamos de ter muita atitude, simpatia, credibilidade, frescor, criatividade, e etc. Foram seis anos muito felizes, até porque me divertia muito.



“Publiquei mais de mil frases e poesias nas redes sociais!

Fale um pouco sobre “O Show que você fez pra mim”. 

É meu novo espetáculo, que vai estrear agora dia 02 de julho, às 21h30, no Teatro Mube. O anterior foi muito elogiado, e entrou na programação da última Virada Cultural de São Paulo. E agora me apresento com banda ao vivo e piano de cauda, arranjos exclusivos, cenas de teatro, vídeos com computação gráfica, muita dança e poesia. Levo minha alma mais uma vez para o palco, o repertório foi totalmente sugerido pelos meus amigos na internet e vou tratar em cena do amor e das questões existenciais.

Sobre “Frente Verso Avesso”, seu novo livro, o que pode nos adiantar?

É minha estreia como autor de livros, devo lançar em junho, e neste projeto reúno minhas frases poéticas e fotos exclusivas, com muita sensibilidade, entrega e força artística. Durante a produtiva crise dos 40, publiquei mais de mil frases e poesias nas redes sociais. E, numa seleção das melhores, resolvi eternizar em livro, assumindo-me pequeno poeta.

Você nasceu e foi criado em Belém. Quando decidiu se mudar para São Paulo? 

Em 31 de julho de 1994, eu mudei para São Paulo, mas um ano antes, num estágio na Globo paulista, entendi que aqui seria meu lugar. Essa grande cidade me acolheria, e de fato me recebeu de braços abertos. E lá se vão vinte anos.



“A arte e a espiritualidade me alimentam muito mais!

Você é um homem vaidoso?

Acho que sim, até porque minha carreira artística exige, mas sem ser egocêntrico ou neurótico. A arte e a espiritualidade me alimentam muito mais.

Tem algum vício?

Não, vício limita, prejudica e emperra a pessoa naquele padrão viciado. Deus me livre. Prefiro buscar o novo e me renovar.

Você me parece ser um bom cozinheiro, estou certo ou errado?

É completamente intuitivo, quando me tornei vegetariano um ano atrás. Tenho muito prazer em incentivar as pessoas a comer com consciência e qualidade.

O que você mais gosta de fazer no final de semana?

Adoro escrever, criar, pedalar, caminhar, conversar com profundidade, comer bem, cuidar das minhas plantas, andar de skate long board, ler clássicos, ver cult movies, ouvir músicas de qualidade e orar.

E aí, aceitaria participar de algum reality show? 

Há anos eu já vivo num reality show, dentro das redes sociais, onde me exponho bastante, mas se for um projeto que me agregue como artista, eu toparia o desafio, por que não?!

Jogo rápido! 

Música: Brave New Hope, Basia.

Belém: Meu berço esplêndido.

Teatro: Onde minha alma vibra.

Novelas: Onde eu assino o contrato?

Paixão: Minhas raízes.

Eloy Nunes é... Uma surpresa, inclusive para mim.

Serviço:


FRENTE VERSO AVESSO
"Quando um poeta se desnuda"
R$ 42,00 o exemplar + R$ 6,00 Correios (vendas on-line: fb.com/eloynunes)

O SHOW QUE VOCÊ FEZ PRA MIM
02 de julho e 20 de agosto de 2014, 21h30.
Teatro Mube, Avenida Europa, 318. Jardim Europa.
Ingresso antecipado R$ 40,00 (vendas on-line: fb.com/eloynunes)


Toda a equipe do Portal Recordista agradece a Eloy Nunes pela atenção, confiança e disponibilidade. E reitera votos de estima e apreço desejando sorte em todos os seus projetos pessoais e profissionais.

Para saber mais detalhes sobre a vida e a carreira de Eloy Nunes:

Site: www.eloynunes.com.br
      Instagram: @eloydemellonunes

Colaborou: Fagner Vilela - @FagneerVileela

Clique aqui e confira mais entrevistas exclusivas!!!

© Todos os direitos reservados

Leia também: