sexta-feira, 2 de maio de 2014

“Pecado Mortal” chegará ao fim com 176 capítulos e promete deixar saudades


Chegará ao fim no próximo dia 30 de maio “Pecado Mortal”, novela de estreia de Carlos Lombardi na Record. Motivos para se entristecer diante da notícia são o que não faltam para  todos aqueles que tiveram o prazer de acompanhar de perto durante esses oito meses de exibição todas as reviravoltas que caracterizaram o folhetim ambientado no final dos anos 70.

Definida previamente para uma média de 150 capítulos, a trama chegará ao fim com exatos 176. Marcada por um elenco de peso e extremamente afinado, esse será sem dúvida um dos legados deixados para a emissora, que terá o grande desafio de tentar a renovação de contrato de boa parte do elenco que possui compromisso por obra e que inclusive, já está na mira da concorrência. Sobre o trabalho realizado na trama, o autor Carlos Lombardi destacou: “Estou feliz na Record e gosto muito de Pecado Mortal. Óbvio que a Globo tem mais audiência. Fui pra Record consciente que ia para um lugar de menor audiência e não tenho problema com isso. Estou feliz com a novela e com a repercussão. Eu e a equipe toda damos duro. Gosto do produto, estou feliz com o elenco, pra mim é o mais importante!”, declarou o renomado autor em uma rede social.

Outros fatores primordiais que fizeram a diferença no folhetim foram à exímia fotografia, trilha sonora e às imagens de cinema, gravada com oito câmeras Arri Alexa, usadas em filmes e séries de Hollywood, que no ar fizeram total diferença. 

A dinâmica de seriado americano utilizada por Lombardi na trama foi outro grande trunfo, afinal o que não faltou foram personagens extremamente ativos e novos acontecimentos a cada capítulo, ocasionados também pela ajuda das inúmeras participações especiais que deram gás e dinamismo a novela, que durante esse último mês de exibição promete ainda fortes emoções e definitivamente, vai dar o que falar. Então fique ligado nas últimas semanas de “Pecado Mortal”, de segunda a sexta, às 21h30 na Record. Promete!

Texto por Luciano Andrade - @luccandrade
© Todos os direitos reservados