terça-feira, 10 de junho de 2014

Curto e Grosso: As luzes da Record irão continuar bem acesas


Por: André Lima //
*****
Curto e Grosso
Vamos direto ao assunto?
As luzes da Record irão continuar bem acesas
Sempre que sai algum contratado da Record, os ditos “especialistas” em TV começam com o mesmo discurso clichê de sempre: “O último a sair que apague as luzes”.

Mas a verdade é uma só. As luzes da Record não irão se apagar. Sair e chegar em um canal de TV hoje é muito mais comum. Alguns acertam em sair, outros se arrependem amargamente.
Se for por falta de Tchau...

Solange Couto pede demissão e sai  reclamando que não tinha trabalho para ela. Será que não? Ou será que tem outros interesses por trás disso tudo com essa saída mal explicada?

A atriz que fez, recentemente, Balacobaco e participou de Pecado Mortal, vir a público e reclamar que a Record está  a “sacaneando”? Aí tem...

Vale lembrar que a grande atriz Jussara Freire saiu da Record, reclamando que as novelas estavam muito violentas. Depois de uma estadia fracassada no SBT ela retornou à Record em duas produções onde a violência imperava. Em Máscaras, de Lauro César Muniz e depois em Pecado
 Mortal, onde ela fazia a sua primeira vilã.

Disso tudo fica a certeza. Sair tudo bem, mas não esqueça de agradecer pela estadia pois poderá um dia, precisar novamente da hospitalidade da Rede Record.

Cuspir no prato que comeu não é ético e nem moral. Fica a dica.

Mirella Santos no Hoje em Dia, para quê?
Assistindo ao Programa Hoje Em Dia, noto que estão fazendo um reality que acompanha a gravidez de Mirella Santos. Eu pergunto: Quem é e o que faz Mirella Santos para tamanha importância e espaço? Eu mesmo respondo: É mulher de um humorista do Pânico na Band. Repito, na Band. De quem será que foi essa ideia sem noção?

O que essa pessoa agrega à Record? Por que acompanhar essa gravidez? Amizade com o diretor? Coisas que só acontecem na Record.

Só para deixar registrado. Eu não tenho nada contra a Mirella Santos, só não vejo importância de acompanhar essa gravidez.
Por falar em Hoje em Dia...
Foi-se o tempo em que o programa dava voz e vez ao cast da Record. E quando resolvem convidar alguém do canal para divulgar algo. O convidado toma um belo de um chá de cadeira e fica anulado diante dos 3 (três) apresentadores que ficam disputando microfone para ver quem é mais estrela.

Os apresentadores, em especial, Chris Flores e Celso Zucatelli insistem em se colocar como estrelas e os convidados ficam ali fazendo figuração.

Quem acompanha o programa pode um dia contar, quantos “daqui a pouquinho” Celso Zucatelli e Chris Flores falam durante as duas horas de programa.

E sabe o que é mais irônico? Quando, finalmente chega à vez de o convidado falar. Ele tem no máximo, na melhor das hipóteses, 5 (cinco) minutos.

Até quando?

Uma revista eletrônica como o Hoje Em Dia, que já é tradição na Record não pode agir assim. O Hoje Em Dia deveria ser a vitrine da Record. Jornalistas, atores, apresentadores deveriam ser presença obrigatória. E com espaço para falar, divulgar seus trabalhos paralelos, cinema e teatro por exemplo.

Debandada?
Será que essas saídas recentes de contratados da Record seria uma debandada? Eu digo que não é bem assim. A Record agora aprendeu que tem valor. Antes a Record pagava um preço alto para um artista aceitar ser contratado. E pagava mais ainda para manter.

Agora se eles querem ir embora. A Record só diz tchau e boa sorte.

E se voltarem um dia... se houver uma vaga e interesse do canal, quem sabe, um novo contrato.

E assim deve ser. Quem quiser sair que saia, mas saia deixando portas abertas e não reclamando e falando mal do canal. Pois, como dizem por aí: “O mundo dá voltas e ninguém sabe do dia de amanhã”.
Juliana Silveira - Maldade no olhar
Nem bem começou a nova novela da Record #Vitória, de Cristianne Fridman, a atriz Juliana Silveira já mostrou que tem potencial para fazer qualquer personagem.

A Neonazista que não tolera negros, homossexuais e nordestinos, mostrou desde a primeira cena uma personagem psicopata e violenta. Seu olhar odioso é o mais marcante e chega a causar um certo medo de quem assiste, tamanha a veracidade de suas cenas.

Um belíssimo trabalho da atriz que sempre fez o papel de “mocinha” nas novelas.
Izak Dahora - Participação em Destaque
O ator Izak Dahora que participou da novela Vitória, como o Sorriso, um flanelinha negro que foi atropelado de propósito pela Priscilla (Juliana Silveira), chamou a atenção de quem assistiu ao capítulo em que a neonazista e sua turma o atraíram até a casa dela, com a desculpa de conversar. Ele foi brutalmente assassinado ali na sala da Neonazista. Mas antes disso, em poucos minutos o ator arrancou elogios de quem via a forte cena. Parabéns ao ator que fez uma participação de luxo na novela.

Espero que volte em breve em um outro trabalho na tela da Record.

“respeitar o local de trabalho é uma questão moral e ética”

Abraços com respeito sempre