segunda-feira, 26 de outubro de 2015

#CrônicaDaTv - Xuxa Meneghel, seu novo visual e os "Fã-náticos"


Nesta última sexta-feira (23), a Rainha Xuxa, por fim conseguiu o que sempre desejou; participar do Teleton, projeto que o Silvio Santos abraçou há 18 anos. Sempre foi um desejo do Silvio, ter a Xuxa emprestando sua imagem e credibilidade para a causa mais do que nobre; justa e necessária. Ajudar aos pacientes da AACD, a maioria deles, crianças.

Desta feita, este deveria ser motivo de aplausos e grande repercussão nas redes sociais. E de certo modo o foi. Porém, alguns desavisados decidiram criticar a roupa escolhida pela Xuxa. Minimalista, simples e sem ostentação de luxo e brilhos e outros “enfeites” que a maioria das convidadas costumam usar. 

Xuxa, com mais de 50 anos, veste-se e porta-se de acordo com a sua idade. E uma outra coisa, a Xuxa não precisa de roupas com efeitos especiais para ser notada. Seu nome já faz isso por ela. E foi o que aconteceu. Xuxa foi aplaudida, e o SBT ouviu o seu nome sendo levado às alturas pela plateia que a recebia de braços e corações abertos. Sua felicidade era tamanha que ousou brincar: “Agora eu posso”. E realmente ela pode sim. 

A verdade é que fanáticos existem aos montes e alguém precisa fazer algo em relação a isso. Talvez, seja um novo desafio para a área de psiquiatria. Estudar e desvendar os mistérios que há por trás dos “fãs” que, tentam a todo custo projetar no artista um estilo de vida que eles não tiveram capacidade de ter.

A Xuxa é o tipo de artista que não precisa deixar as pernas de fora e nem tão pouco mostrar a “bunda”. Xuxa é sim “feminina” ao seu novo estilo, gostem ou não.

Junno e Xuxa respondem a “Fã-náticos” sem noção


Dias antes de seu feito histórico entrando ao vivo no Teleton, a rainha dos baixinhos, Xuxa foi criticada por seus próprios fãs que pediam que ela fosse mais “feminina” e que deixasse os cabelos crescer, e como se essa atitude vexatória e ridícula não bastasse, essa “criatura”, que certamente não tem muito o que fazer da vida, fez a crítica pedindo para o Junno avisar à Xuxa sobre sua “genial” opinião sobre o figurino da rainha. Xuxa e Junno responderam com categoria e sem papas na língua.

Junno:

“ Que pretensão achar que sabem o que é ‘melhor’ pra ela ou qualquer outra pessoa, quem tem que saber ou se sentir bem ou melhor é ela… Se não gosta dela assim, não deve gostar dela, e sim de um estereótipo que você criou como o ‘certo’. Então sugiro que mude de opinião sobre ela ou passe a seguir ou curtir outra artista. Quer uma loira de cabelos longos que se vista como você gosta? Tem a Angélica, a Eliana, mas para de achar que é dona da verdade em relação às pessoas… que preguiça! E outra, se não sabe, está criticando sim!”

A frase é clichê mas cabe aqui: “Quem fala o que quer ouve o que não precisa”. Eu trocaria apenas o termo, “ouve o que não precisa” para “ouviu o que mereceu e deveria ouvir um pouco mais e depois disso se esconder por um longo período e se tratar durante esse tempo”.

Xuxa se pronunciou e não deixou barato. Ainda mais que agora, na TV Record, a Xuxa está de um jeito que nunca ninguém viu: livre, sem amarras, sem correntes.

“Galera (sobre meu cabelo e roupas), larga de mim… Me erra. Vou usar o cabelo e roupa que eu quiser. Tô com 52 anos… Oxi. Vai brincar de boneca e coloca a roupinha que quiser… tô velha e sem saco de ouvir, ler certas coisas”

A verdade é que, independente de audiência, Xuxa na Record tem incomodado e muito. E isso é só o começo. Todos sabem que a rainha é o tipo de pessoa que tira sarro de si mesma, brinca, leva tudo na esportiva, mas em se tratando de fã, o processo é outro. Tolerância zero para fanatismos de quaisquer espécies. Inclusive de fãs de canais de TV que já perderam há muito, o senso do ridículo.

Texto por :






 André Lima
Twitter : @andrem1lima


Título e edição de fotografia:






Rafael Oliveira
Twitter: @FaeelOliiveira