terça-feira, 3 de novembro de 2015

#CrônicaDaTV: #ATerraPrometida tem a difícil tarefa de manter o sucesso de #OsDezMandamentos




A Terra Prometida, promete superar “Os Dez Mandamentos”
Dizem que um sucesso arrasta outro. Assim, espera a TV Record que investe alto na teledramaturgia bíblica. Vivian de Oliveira conseguiu um feito histórico, trazendo às telas da TV, uma história já conhecida na Bíblia Sagrada. Moisés é um personagem incrível, e sua história é arrebatadora.

Não fosse somente isso, a trama fictícia, criada por Vivian de Oliveira tem prendido o telespectador diante da TV e atraído novos na reta final. Não é somente o interesse em ver os efeitos especiais, mas o desejo de acompanhar os desfechos dos personagens.

É o que se comenta em filas de supermercados, em bares, e outros locais públicos, além de “Os Dez Mandamentos” ter tomado conta de 90% do espaço concorrido nas capas de revistas de TV. Espaço este que era ocupado quase que em sua totalidade, pela TV Globo. Hoje, isto se inverteu.
Feito Histórico na audiência da TV
Parece pouco, mas “Os Dez Mandamentos” venceu a TV Globo na média. Sim, não foi mais somente alguns minutos de liderança. O Jornal Nacional perdeu para “Os Dez Mandamentos”, e a novela que era a salvadora do horário mais caro da TV na Rede Globo, a novela de João Emanoel Carneiro, “A Regra do Jogo”, que perdeu com uma diferença bastante relevante. 25 x 21 em SP no dia 29 de outubro.
A Terra Prometida”, tem uma grande responsabilidade
O fenômeno, Os Dez Mandamentos começou com pouco mais de 10 pontos, e gradativamente foi subindo. Hoje, ultrapassa os 20 pontos em sua reta final, até hoje, (03-11) a novela alcançou picos de 27 pontos.

Para quem acompanha a novela, percebe que o personagem do ator, Sidney Sampaio, o futuro Josué, tem grande destaque, vivendo um romance a la Romeu e Julieta, e tem conquistado o público. Seu amor por Ana, sua dignidade e seu senso de justiça, tem feito dele um grande protagonista para a próximo novela, A Terra Prometida, que será assinada por Renato Modesto, que já escreveu alguns episódios da minissérie, Os Milagres de Jesus. Os primeiros capítulos terá a contribuição de Vivian de Oliveira, que vai terminar Os Dez Mandamentos deixando a continuidade para a próxima novela.
O empecilho de “A Terra Prometida” …
A Record usou como estratégia, manter um horário fixo para produções bíblicas. Como A Terra Prometida está ainda em fase de teste de elenco. (muitos saindo da Rede Globo, seguindo o exemplo de Vera Zimmermann, Larissa Maciel, Samara Felippo e Juliana Didone). Cristiana Oliveira, Kadu Moliterno, Nívea Stealmann, Paloma Bernardi, Elizângela, Alexandre Slaviero e tantos outros em fase de teste para integrar o elenco de “A Terra Prometida”.

O sucesso já começa pelas mídias sociais e noticiários sobre TV. Mas, a Record precisará colocar no ar, reprises como Rei Davi e José do Egito, grandes sucessos da Record, em formato de minisséries, mas que já foram reprisadas anteriormente.

Se a estratégia “stand by” que a Record preparar der certo, pode ser que, para A Terra Prometida tudo se encaminhe bem. Caso haja uma debandada de telespectador por conta das reprises antes a da inédia novela. A segunda novela bíblica poderá encontrar grandes dificuldades para resgatar o público. E é bom lembrar que a TV Globo continua líder e pode dar a volta por cima.

É jogada de risco, mas faz-se necessária. É preciso estabilizar um horário de dramaturgia. E a saída é manter duas novelas no ar. Uma secular, antecedendo as “bíblicas”, que tem se mostrado forte concorrente contra Globo e SBT.
Independente de gostos por esta ação da Record, o que importa é que algo tem sido feito para melhorar a grade de programação do canal. O planejamento precisa ser feito e 2016 promete ser um ano disputado em termos de audiência.

A Escrava Mãe, primeira novela gravada em 4k no Brasil, ocupará o segundo horário de novelas em 2016, programada para ir ao antes de “A Terra Prometida”, assim, o “Cidade Alerta” será encurtado ou entrará no ar mais cedo. Isso vai depender de escolhas da diretoria da Record. Vamos aguardar.
Isso já foi dito, mas é preciso ressaltar. Os tempos são outros e não existe mais o monopólio de audiência. Queiram ou não, a Record tem trilhado o caminho da liderança. Agora com um pouco mais de humildade e planejamento. Enquanto Silvio Santos, que já em declaração no passado, disse estar conformado com o “segundo” lugar porque ninguém conseguiria alcançar a TV Globo, hoje, vê o seu, “SBT” ocupar o terceiro lugar em audiência, com mais de 60% de sua grade ocupada por enlatados e reprises.