sábado, 19 de novembro de 2016

Record precisa modificar os seus telejornais


A Record que promete fazer mudanças nos cenários do “Jornal da Record” em 2017, poderia também ajustar e quem sabe ter um novo telejornal.


Hoje, o Portal Recordista em mais uma análise crítica vem apontar, discutir e sugerir melhorias para os telejornais de rede da emissora da Barra Funda.


Carla Cecato e Roberta Piza no "Fala Brasil"
Foto: IG

A começar do Fala Brasil, telejornal veiculado de segunda a sexta das 8h55 às 10h, e aos sábados das 7h até 10h15. Ele já foi líder durante meses na Grande SP, Rio de Janeiro e atualmente alcança a vice-liderança isolada no Brasil. Mudou de horário, passaram vários jornalistas e desde 2009 é ancorado por duas mulheres, Roberta Piza e Carla Cecato. O telejornal recentemente promoveu mudanças nos ângulos das câmeras, dinamizando muito pouco.

 O que precisaria seria além de novos cenários, bancada, vinhetas e toda uma nova parte gráfica, seria o “Fala Brasil” se modernizar, o “ao vivo” se fortalecer (marca do jornal), notícias mais rápidas, não recorrer tanto as reprises de matérias já veiculadas (fazendo uma nova edição mais curta) e trazer entrevistados (quando necessário). 

O horário poderia ser entre 8h30 e 9h30, entregando para o “Hoje em Dia”. 

Vamos aguardar se teremos mudanças no ano que vem...



O Jornal da Record, principal telejornal da Record, atualmente apresentado por Celso Freitas (desde 2006) e Adriana Araújo (desde 2006 até 2009/ 2013 até hoje). É exibido  de segunda a sexta, das 22h até 22h45 e aos sábados das 19h45 até 20h30. 

O telejornal precisa dinamizar, mudar bastante, ser interativo, menos engessado, ter um cenário mais agradável. A última grande mudança foi realizada em 2009, há 7 anos, com a contratação de Ana Paula Padrão. Depois disso, apenas mudanças pequenas e pontuais. O jornal conta com séries de reportagens, giro de notícias e reportagens exclusivas.

       Em 05 de outubro de 2015, o JR ganhou novo pacote gráfico (identidade visual, vinhetas de abertura, ida e volta de intervalo e encerramento e GC's - Gerador de Caracteres).

         Em 18 de novembro, o R7, portal de jornalismo da Record, estreou uma versão para internet do jornal, o JR Online, que é exibido toda a quarta-feira, sempre após o fim da edição na TV.

Segundo informações de Flávio Ricco da UOL, o JR terá alterações no cenário, bancada, vinhetas. Assim como a Record, que lançará seu novo logotipo. As mudanças estão previstas para Janeiro de 2017.


A sugestão do PR seria um novo telejornal, diferenciado de ambos acima, no fim de noite, às 01h15, ou abrindo a programação às 05 de manhã para todo o Brasil, já que para a maioria das praças, depois de 10h, só há um novo telejornal (exclui Cidade Alerta) às 22h, muito tempo depois. 

Se houvesse um telejornal  dinâmico, interativo com as redes sociais, sendo apresentado por um jovem âncora, como o antigo “Direto da Redação”, focado em notícias de esporte, política, prestação de serviço, saúde e outros temas de vários lugares (em torno de 45 min), sem muito enfoque em notícias policiais, seria ótimo, pois assim reduziria o tempo sem telejornal de rede (veiculado em todo o Brasil) na Rede Record.


Por Elthon Ribeiro
Twitter: @elthonfribeiro

Portal Recordista