terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

André Lima: #Curto&Grosso: Cadê a Record que estava a caminho da liderança?




Por: André Lima/

_ Sensacionalismo barato em nome de índices maiores de acessos;
_ Ticiane Pinheiro – excelente pessoa mas apresentadora crua e ingênua;
_ Britto “A Fazenda” Jr. e só...;
_ Menino de Ouro – o novo alvo da mídia;
_ Tina Roma – escondida na Record e sem projeto nenhum;
_ Muito cacique para pouco índio na Record;
_ Audiência x Qualidade – a saga continua...;
_ Procura-se, desesperadamente um negócio chamado “RESPEITO” em relação ao telespectador da Record;


 Sensacionalismo barato em nome de índices maiores de acessos

Até onde podem ir alguns jornalistas que escrevem em sites de televisão para conseguir elevar o número de acessos? Eis a grande questão do momento. Por que o Jornalista Daniel Castro e sua equipe se empenham tanto em “detonar”, denegrir, constranger e induzir o leitor a um erro de interpretação dos fatos.

Aos curiosos e leitores de sites de notícias sobre TV, certamente já viram no site Notícias da TV, criado por Daniel Castro, como ele se refere à Record ao passar uma informação ou um fato que tenha relação com o canal.

Os termos são, em grande maioria: “Massacrada”, “atropelada”, “despenca” e por aí seguem. Para que não pensem que estou sendo fanático, abaixo vão dois "prints" do site Notícias da TV. Duas manchetes colocadas em destaque pelo jornalista e sua equipe.
egrir, constranger  Jornalista Daniel Castro e sua equipe se empenham tanto em "

Ticiane Pinheiro – excelente pessoa mas apresentadora crua e ingênua

Os fãs de Ticiane Pinheiro que me perdoem, eu confesso que também gosto muito dela, mas como pessoa, pela simplicidade e humildade com que ela se porta. Mas como apresentadora, ainda tem muito o que caminhar. É crua, ingênua e até inconsequente.

Se ela tem a intenção de seguir carreira de apresentadora, precisa procurar aprender de verdade. Tem muitos erros amadores. Ainda mais no caso dela que está diariamente ao vivo no Programa da Tarde.

Ficar disputando com Britto Jr. pra ver quem fala primeiro ou fala mais, não é o caminho.

Britto “A Fazenda” Jr. e só...

Parafraseando o Marcelo Rezende que sempre, ao iniciar o Cidade Alerta se refere ao Britto Jr como Britto “A Fazenda” Jr. Começo dizendo que é isso o que tem para ele na Record. E só...
 
Como apresentador de revista eletrônica ele deixa muito a desejar. Usa e abusa de sensacionalismo sem necessidade. Provavelmente por contas dos vícios como apresentador de A Fazenda, onde essa era a sua função.
Ainda por cima, insiste em acreditar que ele é humorista. E venhamos e convenhamos, ele é tão engraçado quanto o Rafinha Bastos. Ou seja, graça nenhuma.

Menino de Ouro – o novo alvo da mídia

Ele é o novo alvo da vez. Depois de segurar a audiência do Cidade Alerta com as férias do Marcelo Rezende, e assume o comando do Balanço Geral do meio dia em SP. E também segurou a audiência. Mas você ai que está lendo essa ingênua coluna, acredita que vão deixar ele brilhar em paz?

Tina Roma – escondida na Record e sem projeto nenhum

Tina Roma que é mais conhecida como apresentadora do Tudo A Ver, que vai e volta na grade da Record, quando não se tem nada para exibir, já provou que tem talento, carisma e é competente no que faz.
Tem postura, tem boa impostação de voz e se porta bem diante das câmeras. Funciona bem tanto em estúdio quanto nas ruas.
Só falta a Record valorizar quem realmente veste a camisa da empresa e apostar mais nela.

Chega de usar a apresentadora como “tapa buraco”.

Muito cacique para pouco índio na Record

Na Record, o grande e talvez o maior de todos seja que todo mundo pensa que manda. Ou realmente mandam. O problema disso tudo é um só. Com tantos caciques dando ordens assim, a quem os índios vão obedecer?

Até Roberto Justus vem dando “pitacos” em quem a Record deve ou não contratar. E até tentou orquestrar uma maneira de deixar a sua ex-mulher, Ticiane Pinheiros como apresentadora fixa do já falido, Domingo da Gente. Talvez porque ele se sinta culpado por ter deixado a mulher e essa seja a maneira de se redimir.

A tentativa é compreensível, mas cada um na sua.

Audiência x Qualidade – a saga continua...

Desde a mudança de grade da Record que os burburinhos sobre audiência voltaram com mais força. Vamos aos fatos óbvios:
1 – é claro que audiência é importante para qualquer canal;
2 – mudanças para se conseguir melhoras nesse sentido são e serão sempre bem vindas;
3 – fato mais importante: qualidade não tem relação alguma com audiência. Audiência é sinônimo de quantidade e não, necessariamente de qualidade.

Enfim, quem acompanha Pecado Mortal, a única novela da Record no ar atualmente, continua acompanhando. Na segunda (10-02-14) por exemplo, a novela de Carlos Lombardi marcou os mesmos 5 pontos que vinha marcando no horário anterior, e ainda com picos de 9 pontos. Mas como a grande maioria prefere acreditar no que sites como o do Daniel Castro diz, se referindo à Record com termos negativos, o que se pode fazer? 
Pecado Mortal e Milagres de Jesus, é o que a Record tem de melhor a oferecer em termos de produção nacional para TV Aberta. E ponto.

Procura-se, desesperadamente um negócio chamado “RESPEITO” em relação ao telespectador da Record

Das novas mudanças feitas pela Record na grade noturna eu não tenho nada a reclamar. A não ser pela contínua falta de respeito com o telespectador, quando a Record coloca no ar chamadas, por exemplo de Pecado Mortal às 21:15 e entra no ar as 21:30 horas. Isso eu não aprovo e nunca aprovarei e nem consigo entender porque anunciar um horário e exibir em outro. A Record precisa mesmo de mais gente a odiando? Ou seria mesmo incompetência?

Um pouco mais de respeito com quem assiste e até briga e defende o canal. É uma pena mesmo, que as lideranças (caciques) da Record não consigam entender que quando a galera reclama desse tipo de coisa, nada mais é do que pedindo respeito e uma grade contígua e não “voadora” como se costumam chamar a grade do canal em redes sociais.

Nota importante: Este ingênuo “escrivinhador” aqui faz questão de tornar público que este site (recordistas.net) e nem seus dirigentes, nunca, em momento algum, tentaram bloquear ou dificultar que eu publique meus textos críticos, crônicos, opinativos e até informativos aqui no Crônica da TV. Aqui eu tenho total liberdade de expressão. E sou e serei sempre grato pelo espaço concedido a mim aqui.

Então é o que temos para hoje.

Abraços com respeito sempre.