segunda-feira, 24 de março de 2014

Assédio sexual afetará casal de veterinários em “Vitória”, nova novela da Record
























Como sabemos o assédio sexual no ambiente de trabalho é crime e pode render pena de até dois anos de prisão, além de uma indenização à vítima. E esse tema extremamente delicado será umas das questões a serem abordadas pela dramaturga Cristianne Fridman na nova novela da Rede Record “Vitória” que irá substituir “Pecado Mortal” de Carlos Lombardi no horário nobre da casa.

Na nova trama os personagens dos atores Cláudio Gabriel e Maytê Piragibe serão Edu e Renata, um jovem casal que perderá a casa onde vivem em Petrópolis, região serrana do Rio de Janeiro, após uma enchente e passarão a morar com a mãe da jovem, portadora do mal de Alzheimer e que será interpretada pela atriz Lucinha Lins. Ambos, serão um casal de veterinários, mas que trabalharão em haras rivais e estarão vivendo uma crise no casamento.

E a situação do casal se tornará ainda pior depois que Jorge, chefe da bela veterinária, interpretado pelo conceituado ator André Di Mauro começar a assediá-la. Segundo a OIT (Organização Internacional do Trabalho) em todo o mundo 52% das mulheres economicamente ativas já sofreram assédio sexual, o que é uma estatística bastante triste e preocupante. Tema polêmico, atual e que exige uma discussão mais que necessária. Definitivamente, vai dar o que falar! “Vitória” tem previsão de estreia para maio. Imperdível!

Texto por Luciano Andrade - @luccandrade
© Todos os direitos reservados